Doação de órgãos é vida que segue

Em setembro se comemora o Dia Nacional da Doação de Órgãos e Tecidos. Mas as atividades da data não estão restritas ao dia 27. Durante todo o mês, entidades, profissionais da saúde, transplantados, famílias doadoras, pessoas em lista de espera por transplantes fazem um esforço coletivo para dar visibilidade a um universo que para muitos passa despercebido: vidas são salvas com a doação de órgãos.

Criado há oito anos pela Fundação Ecarta, o projeto permanente Cultura Doadora trabalha diariamente na constituição de uma rede de informação sobre doação e transplante de órgãos, que passa principalmente por escolas e centros de saúde, iniciativa privada e organização civil.

No total, já levou informações sobre o contexto da doação de órgãos e tecidos para mais de 20 mil pessoas em palestras e oficinas gratuitas no Rio Grande do Sul. Além de Porto Alegre e da região do Vale do Caí, com ênfase nos municípios de Montenegro, Maratá e Brochier, o Cultura Doadora percorre outras cidades por meio de atividades gratuitas.

Neste espaço do Cultura Doadora, no site da Fundação Ecarta, estão reunidas informações e orientações sobre a doação de órgãos e de transplantes, bem como subsídios pedagógicos para os professores abordarem o assunto em sala de aula, da educação infantil à educação superior.

Seja você também um agente pró-doação de órgãos e tecidos.