Alex Alano em Redondas


Acompanhado por César Moraes (baixos, violões e voz) e Giovanni Berti (percussão), Alex Alano apresentará o show Redondas, título do último CD do artista, totalmente autoral. Segundo ele, um disco suave, de canções sem arestas, em que canta manso. Redondas recebeu oito indicações ao Prêmio Açorianos de Música 2012 e marcou a retomada da carreira solo do compositor, após 12 anos participando de bandas, como Venerável Lama e Cidade Baixa, da qual ainda faz parte. O CD está concorrendo nas categorias Melhor Disco de MPB, Intérprete, Compositor, Arranjador, Produtor (Gelson Oliveira e Marisa Rotenberg), Espetáculo e Instrumentistas (Mano Gomes e Jefferson Marx). No repertório do show, as faixas Céu de Gibraltar, Ondas Vermelhas, Hai Kai, Boca, Pra Depois, Devagar, Nega, Polar, Minha Ela, Love e Tão tá.

artista

 Iniciou os estudos de música com o maestro Voltaire Paes, em 1976. Entre 1980 e 1983 cursou a Faculdade de Composição e Regência na Ufrgs. No ano seguinte, mudou-se para Paris e ingressou na Cim École de Jazz. Na França tocou em casas noturnas com o grupo Aquele Um, ao lado do também gaúcho Luizinho Santos. Ao retornar ao Brasil, em 1986, estreou o primeiro show solo: Singular, Plural e Outras. Em 1988, lançou o disco Canibal. De 1998 a 2003 integrou a banda Venerável Lama, como cantor, compositor e guitarrista, com a qual ganhou, em 2000, o Prêmio Açorianos de Música na categoria Melhor Espetáculo. Desde 2004, é uma das vozes da banda Cidade Baixa, ao lado de Ana Krüger e Andréa Cavalheiro. O grupo lançou três CDs e um DVD ao vivo (Prêmio Açorianos de Música 2009 – Melhor CD de MPB). Alano tem parcerias com os músicos Antonio Villeroy e Fausto Prado, e já fez versões em francês para canções da dupla Kleiton e Kledir.

YouTube
www.youtube.com/user/alexalanoredondas?feature=watch

data e horário
18 de maio,18h

ingresso
Entrada franca

local
Fundação Ecarta (Av. João Pessoa, 943, Porto Alegre)